Perguntas frequentes

Perguntas frequentes que podem ser feitas pelo paciente antes de fazer o resfriamento do couro cabeludo pela primeira vez

 

P. É seguro?

R. Sim, pois não existem efeitos colaterais.

 

P. Vai funcionar para mim?

R. Existe boa chance de êxito, mas não podemos garantir. É importante entender que você pode apresentar alguma queda de cabelo. As taxas de sucesso dependem de muitos fatores variáveis, incluindo o indivíduo e os fármacos quimioterápicos administrados. Se você souber quais medicamentos e suas dosagens estão sendo administradas, converse com sua enfermeira ou contate a EPTCA para maiores informações.

 

P. Quão frio será?

R. Frio no início, mas não insuportável. É muito menos perceptível após 10-15 minutos.

 

P. Sentirei dor de cabeça?

R. Em geral, não na maioria dos pacientes, mas afeta uma pequena parcela.

 

P. Quanto tempo devo usar a touca?

R. De 20 a 30 min antes de iniciar a quimioterapia, durante o período de administração do fármaco, e entre 45 minutos e 3 horas após. A duração dependerá do regime quimioterápico que será administrado. O tempo total médio é de 2 horas e meia a 3 horas.

 

P. O resto do meu corpo sentirá frio?

R. É pouco provável, mas se constatado será fornecida uma manta para mantê-lo aquecido.

 

P. Terei ulcerações causadas pelo frio?

R. Não, pois são tomadas precauções para proteger as áreas expostas da pele.

 

P. O que acontece se precisar ir ao banheiro?

R. A touca é desconectada do sistema de maneira rápida e fácil, e manterá o couro cabeludo na temperatura desejada por até 10 minutos sem afetar o processo de resfriamento do couro cabeludo.

 

P. Meus movimentos serão restritos?

R. Os pacientes podem se sentar ou reclinar em cadeiras, ou deitar-se.

 

P. Serei capaz de ler, dormir ou tomar uma bebida?

R. Sim.

Para maiores informações, fale com a equipe de enfermagem ou contate diretamente a
EPTCA.